Quarta-Feira: Praça Tiananmen e Museu Nacional da China #BJin5

Nĭ Hăo!

Chegamos à metade da semana e o que eu tinha separado para hoje: a praça da paz celestial, também conhecida como Tiananmen Square. O nome da praça possui o mesmo nome da estação de metro da linha 1 que você pode usar para chegar até lá e tanto faz se você saltar na East ou West. O lugar já é famoso por si só e a sua volta estão a Cidade Proibida, o Mausoléu do Mao e o Museu Nacional da China. O meu planejamento para hoje envolvia esses dois últimos pontos por que eu já visitei a Cidade Proibida e ai chegamos a uma questão complicada: é parada obrigatória para quem vem a Beijing? Sim, mas, porém, contudo, entretanto, todavia…. Eu não fui até o final. Isso foi por opção e tem uma explicação: Fui acompanhar uma amiga que veio passar uns dias aqui há alguns meses e só fomos até metade da Cidade Proibida por cansaço e por que além de ser muito grande, não tem nada demais. Como assim não tem nada demais Giulia? Falando de um jeito bem ignorante, esse ponto turístico nada mais é que muros chineses e salões com móveis chineses que foram tocados por imperadores chineses e fizeram parte do cenário histórico chinês. É bonito? Sim. Tem um grande significado para o povo chinês? Sim. Mas ainda assim acho que existem outros pontos turísticos que merecem mais atenção que a Cidade Proibida, foi mal… #prontofalei Ainda acho que é parada obrigatória para quem não conhece justamente por toda a história por trás da mesma, mas para querer ir até o final tem que ter muito interesse e força de vontade. Como eu prefiro os templos, as estátuas de deuses e parques arborizados, acabei não dando atenção por opção minha, mas cabe ao próprio turista a decisão de conhecer ou não.

IMG_4215

Todo o interesse que eu não tinha na Cidade Proibida, eu tinha no Mausoléu do Mao Zedong, mais conhecido no Ocidente por Mao Tse Tung. Enquanto muitas pessoas veem o famoso líder comunista como um vilão, a maioria dos chineses parece idolatra-lo. Eu confesso que não tenho conhecimento necessário para saber a qual grupo, dos vilões ou heróis, eu acho que ele pertence. Acho que é tudo uma questão de ponto de vista, já que ao mesmo tempo em que ele fez muitas coisas ruins, ele também fez muitas coisas boas para a China.

IMG_4217

Não vou entrar nessa discussão, mas ainda assim é um assunto que me interessa e por isso eu queria ir ao tal do mausoléu. Porém, pra variar, nem tudo saiu como o planejado hahaha. Eu já havia pesquisado anteriormente os preços, horários e afins de todos os pontos turísticos que eu queria visitar essa semana e já sabia que a Cidade Proibida, por exemplo, não abre às segundas-feiras. Quando fui pesquisar pelo mausoléu, só vi mudanças de horário nos dias do nascimento e do falecimento do Mao. Não sei se é sempre (toda quarta-feira) ou se foi nesse dia em especial, mas estava fechado. Acordei atrasada e sai sete horas da manhã de casa correndo pra dar de cara com a cerca bloqueando o caminho de entrada. Confirmei com dois guardas diferentes e ambos afirmaram que estaria fechado hoje, mas que amanhã funcionará normalmente (das 08:00 à 12:00). Essa vai ser a minha ultima tentativa para ir ao mausoléu e espero conseguir, o que vocês vão ficar sabendo amanhã de qualquer jeito. Vale lembrar que esse ponto fica extremamente lotado com tanto chinês querendo entrar e como fica aberto por pouco tempo, o lance é chegar com bastante antecedência.

IMG_4201

Como o Museu Nacional da China só abre por volta das nove da manhã, voltei para o metrô e fui até a estação da Wangfujing Street (meu lugar favorito em Beijing) para tomar café da manhã, já que nem isso eu consegui fazer depois da correria que foi pra sair de casa. Acabei indo para a Starbucks do shopping que fica na saída da estação Wangfujing e fiquei fazendo hora até a abertura do Museu. Depois foi só pegar o metrô e em cinco minutos eu já estava na praça de novo. Apesar de só ter coisa programada para a manhã, não parou por ai. O ticket é gratuito e basta levar o seu passaporte até as cabines que ficam ao lado direito do pátio do museu para retirá-lo. Depois de toda a fila que peguei para chegar até a cabine, enfrentei mais uma fila para chegar ao raio x e quando passei pelo mesmo a moça mandou eu abrir a bolsa. O que é proibido? O tal do pau de selfie! A moça pediu pra eu voltar todo o caminho e ir até os armários guardá-lo se não quisesse perdê-lo e ainda tive que pagar dois yuans pelo “serviço”. Ninguém merece né?

IMG_4192

Assim que entrei, já comprei um mapa por um Yuan e alem de ser mensal, fala sobre a maioria (se não todas) das galerias. Esse mês eles receberam uma exibição da Disney chamada Drawn From Life: The Art Of Disney Animation e para ter acesso você deve pagar 50 yuans. Apesar de ser apaixonada pela Disney e mesmo não sabendo exatamente o que encontraria naquela sessão, não visitei. Achei um pouco caro para o padrão chinês mesmo sendo algo relacionado à Disney e ainda tinha o porém de que não é permitido tirar foto.

IMG_4184

O museu possui cinco andares, sendo a direita equivalente ao sul e a esquerda ao norte. O museu é bastante amplo, mas não é cansativo, já que possui poucas salas e você consegue passar por todas em mais ou menos duas horas. Vocês se lembram da galeria de arte do Summer Palace que eu falei que era dispensável? Pois é, você encontra muitas peças parecidas ou tão bonitas quanto nesse museu e vale mais a pena dedicar a sua atenção a elas.

IMG_4170_Fotor_Collage

Desde a fundação da Nova China, o país passou a desenvolver cada vez mais relações diplomáticas com os países e hoje esse número chega a 172. Por esse motivo, o museu possui um salão chamado State Gifts Historical Testament To Friendly Exchanges que exibe 611 presentes recebidos por lideres governamentais durante as suas atividades diplomáticas. Claro que assim que cheguei ao salão e vi a bandeira do Brasil, corri para procurar os presentes enviados pelo nosso país (são os das fotos acima). Infelizmente eles não são identificados por uma bandeira do lugar de origem ou algo do gênero, então cabe a você ler placa por placa para identificar. Algumas você já sabe de onde é só em bater o olho, o que não foi o caso das brasileiras e acabei demorando um pouco para achar as tais das esculturas. Os cinco presentes que enviamos foram feitos com pedras semipreciosas e confesso que achei que faltou algo com a cara do nosso país. Não sei o contexto da entrega do presente ou o significado, mas dando uma olhada nos outros, acho que outros países tiveram um maior cuidado em dar à China algo que pudesse representa-los melhor, mas isso é só uma questão de opinião.

IMG_4163 IMG_4181

IMG_4191 IMG_4182

E foi só por hoje! Amanhã vou tentar ir ao Mausoléu de novo e a tarde vou a um lugar muito legal. Ficaram curiosos? É só ficar de olho pra postagem de amanhã que vai rolar nesse mesmo horário. Yí huìr jiàn

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s