Harbin, parte II: Chegada e Hotel

Quando chegamos à estação de trem em Harbin, precisávamos pegar um taxi, o que seria tranquilo já que saímos de Beijing com o endereço do hotel reservado escrito em caracteres chineses. Mas o que realmente chamou a nossa atenção foi a forma como os taxis eram organizados. Era uma pista à direita da saída da estação de trem com quatro vias, onde três delas possuíam uma fila de taxis. Da calçada, o guarda ia chamando as pessoas e indicando os três primeiros taxis. Achamos a organização pratica e rápida por que dá menos dor de cabeça do que ir pra rua chamar um taxi, onde muitas vezes há motoristas que não querem te levar ao seu destino pela proximidade. Ainda existem os taxistas que se recusam a usar o taxímetro e querem cobrar um valor acima do que um taxista normal cobraria. Como já sabíamos dessas tentativas de fazer os turistas pagarem mais caro, ligamos antecipadamente para o hotel e procuramos alguém que falasse inglês para sabermos quanto tempo e quanto pagaríamos no taxi da estação para o hotel, evitando que caíssemos em alguma armadilha e pagássemos mais caro.

O Golden Century Hotel, onde nos hospedamos, fica à meia hora do Boulevard (falarei dele mais pra frente) e um pouco mais longe dos parques de neve/gelo, mas ainda assim possuía uma boa localização. Uma coisa que eu gostei e que também ajudou foi o cartão do hotel onde estava escrito em caracteres chineses o endereço e os dizeres “Por favor, me leve para o Golden Century Hotel”. Esse detalhe ajudou por que era só mostrar o cartão aos taxistas que eles já sabiam do que se tratava. Pedimos ainda para a recepcionista escrever em um papel o nome dos pontos turísticos que queríamos ir: o Parque de neve, de gelo e o endereço do Boulevard.

Como chegamos ao hotel pela manhã, a primeira coisa que queríamos depois de horas de viagem era um bom café da manhã. Com toda a nossa ingenuidade ocidental pensamos “É um hotel, recebe muitos turistas, deve ter um café da manhã ocidental com frutas, pães e afins”… Só que não. O café da manhã não estava incluso, mas custava apenas 24 yuans por pessoa. Assim que nos deparamos com o café, nos restou chorar. Havia sopa, ovos cozidos, legumes, Xiao Long Bao (aprovado)… Enfim, era um café da manhã tradicional chinês e encaramos o que conhecíamos, mas nem o próprio café salvava porque parecia um chá de tão aguado. É claro que nos outros dois dias recorremos a padarias e lanchonetes no Boulevard, mas no primeiro dia não tinha para onde correr e ficamos com os ovos cozidos e os legumes mesmo #fail

Endereço do Hotel: No. 78 Dacheng Str. Harbin, Heilongjiang, P. R. China – Telefone: +86 451 88118888

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s